Atualização para o WAT corrigirá mais de 70 falhas

12/02/2010


O Windows Activation Technologies do Windows 7 terá uma atualização esse mês para corrigir mais de 70 formas de burlar a ativação do Windows.

O WGA, sistema que verifica se o seu Windows é pirata, foi lançado em 2006 para combater as falsificações de softwares no XP. Logo mais tarde a ferramenta teve avanços e atualmente se chama WAT (Tecnologia de Ativação do Windows).

A Microsoft irá lançar uma atualização para o WAT, no dia 16 de fevereiro, com objetivo de corrigir mais de 70 falhas para ativações falsas no Windows 7. Portanto se você for usuário de uma cópia pirata do novíssimo sistema da empresa deve temer, porque em pouco tempo verá um wallpaper preto, lembretes periódicos e uma marca d’água persistente na área de trabalho.

A atualização nomeada  de “Windows Activation Technologies Update for Windows 7″ não é obrigatória e será classificada como importante. Usuários do Windows 7 original não terão que se preocupar com nada, embora a chances de sua validação ser definida como falsa. Caso isso aconteça utilize o suporte da Microsoft por telefone (0800-888-4081).

Via Gizmodo e Guia do PC

About these ads

13 Responses to “Atualização para o WAT corrigirá mais de 70 falhas”

  1. JuaAo Says:

    damn!
    semrpe teve e sempre tem um jeito :)


  2. é só não instalar essa atualização até que a burlem, como sempre aconteceu.

  3. jadson Says:

    Depois do HakinTosh e com a fama que a Microsoft tem em fazer sistemas vuneráveis, mais uma vez o resultado será: “Windows 0 x 10 Hacker”

  4. anonimous Says:

    hoje dia 18…. e meu windows 7 paralelo funciona como um relogio….
    ps. esses caras da microsoft são ruins mesmo.

  5. info7 Says:

    Para uma ação, sempre havera uma reação,rsrsr

  6. Ana Cláudia Says:

    Tenho instalado em 2 maquinas e já começou a aparecer as mensagens pedindo “preu” fazer o backup e instalar um novo Windows. O que eu faço? Alguma dica ou ferrou geral?

  7. rubem Says:

    caramba ue burrice basta não instalar s alguem tiver um windows pirata e for o burro de atualizar vc atualiza pois senão a microsoft não evolui contra a piratria vai continuar a mesma coisa basta que a microsoft diminua os precos valeu

  8. João Says:

    A empresa passa anos e anos trabalhando em um OS, com milhões de empregados [diretos ou indiretos]. Dae vem uma pessoa e fala que o Windows tinha de ser mais barato.
    Quantas pessoas você conhece que tem um Win7 original? Se a MS não cobrar o preço que cobra ela nunca vai ficar tão boa quanto é (entenda por Win7, Xp e WLM/WMP, excluindo o IE7/8)

    Eeee… se o Windows é tão vunerável à ponto de ser burlado tão fácil, quem é tão esperto que ainda usa ele?? #retorica

    • Francisco Says:

      conhece matemática??

      10 pagam 700 = 7000
      20 pagam 350 = 7000
      40 pagam 175 = 7000 (não ficou mais barato e acessível?)outra coisa, fideliza os usuários!!

      quantas pessoas estariam dispostas a pagar para ter um OS original?? garanto que não são milhões de funcionários, ainda mais com o avanço tecnológico somado a crise mundial recente.


      • Também acho Francisco! Seu raciocínio está corretíssimo! Mas é aquela história. Mesmo que 40 pessoas comprando windows dê, em teoria, o mesmo que 10 pessoas comprando, o custo de produção para 10 pessoas é menor do que para 40. Sim, “se faz menos cópias” e se arrecada o mesmo tanto, ai o lucro é maior. Vai entender o mercado de softwares, mas é assim que vem funcionando.

        Eu sou defensor de que todas as empresas de sofwares tenham, como opção de venda, somente o serial válido de seus produtos. Desta forma podem disponibilizar o software na internet, em seu próprio site. Dai o interessado adquire a licença válida que é gerada pra ele e o custo é muito menor.

        Muitas empresas já estão fazendo isso. É uma forma barata e eficaz para que mais pessoas usem software original.

        Assim não importa muito onde você conseguiu sua cópia. Importa que você tenha adiquirido, pago devidamente, por um serial que lhe permite o uso do sofware de forma legal. Isso se tornaria mais uma opção para aquisição de softwares originais.

        Agora analizando o comentário do João, o correto seria as peças de informática serem bem caras para venda no varejo, de forma a “inibir” que pessoas com rendas mais baixas possam montar seu próprio computador. Porque muitas vezes um PC com configuração razoável sai por um preço mais baixo em relação a um windows original por exemplo. Dai como linux é um sistema que ainda não tem a tal facilidade de uso que o windows possui, faz com que esses tipos de usuários recorram a softwares de forma ilegal.

        Isso que ocorre com o Windows e o Office é uma questão que não vem de hoje e não será resolvida enquanto a Microsoft não buscar novas formas de venda a custos mais baixos.

        Ai sim, 40 pessoas comprando licença a 175,00, por exemplo, seria muito positivo para a empresa. Dessa forma o custo seria mais baixo, o rendimento e o lucro seia o mesmo que o de 10 pessoas comprando a mídia com o serial. Com a vantagem que mais pessoas estariam usando software original.

        Hoje em dia é totalmente possível que se gere um serial específico para cada usuário.

        Eu ainda acredito que uma hora a Microsoft vai acabar introduzindo esse método de venda do windows e office, principalmente, se não só, nos mercados emergentes. São nestes mercados que a pirataria mais ocorre.

        Bem é o que eu penso.

        Flow.

  9. Roberto Says:

    Pois é, eu uso a versão RTM build 7600, e essa atualização foi feita pelo meu computador, e começou aparecer dezenas de mensagens de windows pirata e fraude, mas encontrei um programa que removeu todos os problemas e agora, tecnicamente, meu windows ficou original.

  10. Flávio Nogueira Says:

    Que novidade! Atualizei normalmente aki e naum aconteceu nada!

    Depois de ativado vc naum tem jeito de desativar! Preste atenção, amigo!


  11. Lançar novas formas de inibir os mais de 70 métodos de ativação ilegal, não vai resolver o problema. Ao invéz disso vai criar mais transtornos para quem não tem condiçõe de pagar 500 à 600 reais por um windows original.

    A solução é implantar novas formas de venda a baixo custo para ambos, usuário e empresa, de forma a facilitar, ainda mais, o acesso ao software original.

    Uma solução bastante viável é a que cito na respota aos comentários do Francisco e do João, localizado mais acima.

    É o que penso.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 58 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: